Micropigmentação: Estéticas ou paramédicas, correções exigem um profissional qualificado

Estar bem com o seu corpo é estar de bem com a vida. Mas, o que te impede de estar bem? Às vezes, é uma falha na sobrancelha, uma cicatriz ou a calvície que acaba com a autoestima. Outras vezes, marcas mais traumáticas, como a perda do mamilo após uma remoção de mama ou condições congênitas, como a fenda palatina.

A boa notícia é que isso – e muito mais – pode ser corrigido ou suavizado com a micropigmentação, um dos procedimentos mais procurados e recomendados no mercado estético. Ela é usada para corrigir falhas em sobrancelhas, aréolas mamárias, cicatrizes, vitiligo, fendas palatinas e couro cabeludo. Ainda é possível definir o contorno dos olhos e da boca, tratar estrias e melhorar a textura da pele do rosto.

web_Bruna Figo Fotografia-67

Diferentemente de uma tatuagem, a micropigmentação usada nas sobrancelhas, olhos, boca, mamas, couro cabeludo e vitiligo é um implante de capa dérmica – onde não se ultrapassa a derme – tendo assim uma durabilidade menor, diferenciada para cada região.

Existem pigmentos e técnicas próprias para cada um destes procedimentos, onde é necessário um profissional que além de dominar o conhecimento em colorimetria subcutânea, melanina, reconhecimento de pele e peso molecular de pigmento, ainda possua equipamento e ambiente adequados para realizar tais procedimentos.

Uma dessas profissionais é Andréia Brandão, que, além dos 25 anos de experiência como designer de sobrancelhas, trabalha como micropigmentadora estética e paramédica há 15 anos. “Eu já trabalhava com sobrancelhas há muitos anos, e resolvi que gostaria de ter uma profissão onde as pessoas lembrassem de mim por muito tempo, então resolvi ser tatuadora”, conta Andréia. Mas, no decorrer do caminho, ela encontrou um tatuador que sugeriu que ela investisse na área de micropigmentação, também conhecida como ‘maquiagem definitiva’.

Andréia gostou da ideia e foi atrás de uma boa formação nessa área. “Depois do primeiro dia do curso de Micropigmentação Básico, eu me apaixonei e descobri que queria fazer aquilo pra sempre! Então, comecei uma saga de especializações, me apaixonando e querendo conhecer ainda mais a cada uma delas”, diz.

Ao longos destes 15 anos, Andréia se especializou em todas as áreas da micropigmentação, chegando a formação Master Class, e apostou muito em investir cada vez mais em conhecimento, equipamentos de ponta, material de assepsia, no melhor pigmento do mercado europeu e tudo o mais que houvesse no Brasil e fora dele para oferecer sempre o melhor para seus clientes.

“Esse conhecimento não para e atualmente procuro me especializar com quem tem know-how, buscando os melhores e mais renomados profissionais do mercado internacional e nacional para cada degrau deste conhecimento”, ressalta Andréia.

Micropigmentação de sobrancelhas

A antiga ‘maquiagem definitiva’ deu espaço para técnicas precisas e mais elaboradas, onde é possível preencher as sobrancelhas, melhorando as falhas e dando mais volume ou mais comprimento aos fios. São utilizadas técnicas como fio a fio, esfumada, compactada, shadow, ombré, pontilhado, microblanding e 3D, preenchendo assim os espaços vazios ou mesmo reconstruindo uma sobrancelhas completa, de acordo com a necessidade do cliente.

Paciente com duas sobrancelhas sobrepostas (antes do tratamento corretivo)
Paciente com duas sobrancelhas sobrepostas (antes do tratamento corretivo)

Hoje, encontramos no mercado estético o que existe de mais avançado para deixar as sobrancelhas perfeitas, sem falhas, mais longas e com o aspecto natural. Por isso, desde 2016, Andréia tem apostado ainda mais nas correções de sobrancelhas, pois, segundo ela, a quantidade de pessoas que buscam esse tipo de serviço é grande.

“Todos os dias são muitos casos de clientes desesperadas por ajuda. Mulheres e homens com sobrancelhas azuladas, esverdeadas, acinzentadas, vermelhas, laranjas, pretas-carvão, tem de todas as cores. Sobrancelhas duplas ou triplas, isso mesmo. Algumas pessoas chegam na clínica com duas ou três sobrancelhas posicionadas uma encavalada na outra, acredite se quiser!”, conta indignada.

Micropigmentação fio a fio - ANTES
Micropigmentação fio a fio – ANTES
Micropigmentação fio a fio - DEPOIS
Micropigmentação fio a fio – DEPOIS

Nesses casos, entra em cena a despigmentação para remoção de pigmentos, a neutralização de cores e as reformulações de formatos. E assim, Andréia vai consertando o trabalho mal feito e salvando quem não acredita mais que pode encontrar salvação. “Sempre digo que existe solução pra todas as sobrancelhas, e é importante que as pessoas saibam o quanto é importante encontrar um profissional realmente preparado. Pois estamos falando de tipos diferentes de melanina e peles”, explica.

Sobrancelha grafite (alteração de cor e sombra de pigmento) antes do tratamento de neutralização
Sobrancelha grafite (alteração de cor e sombra de pigmento) antes do tratamento de neutralização

E após qualquer um destes procedimentos é importante salientar a importância do pós-procedimento e seguir as orientações do profissional, voltando no prazo para nova avaliação e continuando o tratamento, caso seja necessário. Neste período, a assepsia e as coberturas com pomadas regenerativas são necessárias para melhor fixação do pigmento, além de uma pausa nas atividades físicas.

A dica da micropigmentadora é: “busque o melhor para seu rosto, pois o bom trabalho vai lhe trazer um rosto mais descansado e rejuvenescido. Vale muito a pena o investimento de realizar o procedimento com um profissional qualificado!”.

* Fotos: Bruna Figo

juliana