[Odontologia] A saúde começa pela boca… da mãe!

Isso mesmo! Centenas de estudos científicos publicados comprovam que o paladar da mãe é transmitido ao feto através do líquido amniótico.

Portanto, é importante que a gestante inclua em sua alimentação legumes, frutas, verduras e carnes. Assim, quando o bebê começar a se alimentar vai reconhecer o sabor desses alimentos e crescerá estimulado a manter uma alimentação saudável.

rose2

O efeito contrário também ocorre, se a mãe não gosta de determinado alimento o filho provavelmente também não gostará.

Em sua tese de doutorado, a psiquiatra Eleanor Madruga Luzes, que pesquisou a concepção, a gestação, o parto e a amamentação, prova como o comportamento da mãe, com suas escolhas, afeta essa nova vida. Podendo, inclusive, influenciar a criança a optar pelo uso ou não de drogas.

Afinal, ao usar qualquer tipo de droga durante a gestação, você estará apresentando ao seu filho esse produto. Confira mais informações sobre esse estudo no site cienciadoiniciodavida.org.

Eu, particularmente, dou nota zero para grávidas que fumam e para as que não amamentam, baseadas na crendice popular de que com a amamentação os seios irão ‘despencar’.

Antigamente, a falta de informação até poderia justificar esse tipo de atitude, mas hoje, com a internet, esse comportamento é inadmissível! Onde foi parar o amor incondicional?
Para o seu filho crescer sorrindo:

1) Tenha uma alimentação balanceada durante a gestação. Evite refrigerantes, excesso de açúcar e cigarros.

2) Mantenha a amamentação exclusiva nos primeiros seis meses de vida (o ideal é até os dois anos de idade, segundo a Organização Mundial da Saúde).

3) Estimule o hábito de higiene no bebê, limpando a boca com gaze após cada mamada, para desenvolver na criança o prazer de ter a boca limpa.

4) Inicie a escovação após o nascimento do primeiro dente. Use creme dental sem flúor até a criança aprender a cuspir.

5) Não utilize achocolatados e açúcar no leite, evitando ‘cárie de mamadeira’.

6) Evite premiações com guloseimas.

7) Escolha um odontopediatra e siga suas orientações.

8) Sorria sempre!

rosemarques